5 dicas essenciais sobre bagagem para voos que você precisa saber!

10 coisas que você não pode deixar de ver em Paris!
10 coisas que você não pode deixar de ver em Paris!
10 de setembro de 2019
Conheça 5 dicas de como se planejar antes de fazer um cruzeiro
Conheça 5 dicas de como se planejar antes de fazer um cruzeiro
24 de setembro de 2019

5 dicas essenciais sobre bagagem para voos que você precisa saber!

5 dicas essenciais sobre bagagem para voos que você precisa saber!

Com as novas regras de bagagem para voos é normal que a maioria dos passageiros tenham muitas dúvidas, isso vale inclusive para aqueles que são assíduos nos aeroportos.

As regras dizem respeito ao peso, tamanho e também conteúdo das bagagens, algumas foram estabelecidas pela ANAC, outras, pelas próprias companhias aéreas. Por isso, é fundamental conhecer todas elas para não ter nenhuma surpresa no dia da viagem. 

Confira abaixo as principais!

Avalie o limite de bagagem para voos nacionais e internacionais

Os passageiros podem levar bagagem para despachar de até 23 kg para voos nacionais, além disso, é permitido a bagagem de mão de até 10 kg que pode ir junto com você na cabine do avião.

No entanto, é preciso tomar cuidado com as dimensões da mala de mão, por mais que ela esteja dentro do peso, é necessário que elas atendam os seguintes requisitos:

55 cm x 35 cm x 25 cm (altura x largura x espessura).

O assunto é tão sério que em alguns aeroportos, alguns agentes das companhias aéreas medem as bagagens uma a uma no momento do embarque. Caso estiverem fora das regras, é necessário despachar mediante a um custo.

Para os voos internacionais, o peso por mala que vai no porão da aeronave é de 32 KG, algumas companhias possuem uma franquia reduzida de até 23 kg. Porém, essas informações sempre estarão disponíveis no bilhete, é fundamental checar antes, pois o preço por kg ultrapassado é alto.

Para a bagagem de mão, vale as mesmas regras, são 10 kg e deve-se respeitar as mesmas dimensões do voo nacional.

Preste atenção no que não pode levar na bagagem de vôo internacional

Alguns itens são proibidos na bagagem de mão, entre eles: objetos cortantes, armas de fogo, produtos inflamáveis, sprays, perfumes e outros líquidos que ultrapassam a 100 ml, substâncias tóxicas e outros itens que possam representar riscos durante o voo.

Na bagagem despachada, é fundamental evitar acondicionar eletrônicos (laptops, câmeras fotográficas e celulares), dinheiro, joias e outros pertences de valor. 

No entanto, se você tiver que despachar nessa mala por falta de espaço, é fundamental declarar o valor dos bens na hora do check-in, pois a companhia aérea poderá cobrar uma taxa adicional em cima do valor declarado para poder ressarci-lo em caso de extravio.

Para medicamentos de tarja vermelha ou preta é importante levar receita médica original.

Escolha os itens essenciais para levar na bagagem

Na bagagem despachada, organize os itens maiores como: roupas, calçados e artigos de higiene que ultrapassam a 100 ml.

A bagagem de mão é ideal para levar pertences de valor como: câmeras, tablets, computadores, celulares e outros.

É fundamental colocar pelo menos uma muda de roupa e itens que possa usar durante o voo como: casacos, cachecóis, medicamentos, caneta, fones de ouvido, kit de higiene, carregador de celular, maquiagem e outros.

Preze pela segurança da sua mala

É de suma importância que a bagagem para voos sejam identificadas com fitas e etiquetas para facilitar a identificação na esteira de desembarque. Tente dificultar o máximo o acesso de terceiros a seus pertences, por isso, use cadeado e lacres para aumentar a segurança.

Infelizmente, os cadeados quando preso em 2 zíperes da mala não são mais tão seguros, pois um deles fica solto e correndo nos trilhos de um lado para o outro, o que permite que golpistas usem o famoso ” golpe da cesárea” para abrir as malas mesmo que esteja com cadeado.

Os lacres por sua vez, ficam fixos, desse modo, se alguém tentou abrir a sua mala, será perceptível.

Saiba o que fazer em caso de extravio da bagagem

É frustrante chegar no destino e perceber que sua mala não apareceu na esteira. As regras para problemas de bagagem em voos segundo a ANAC são:

  • O passageiro tem 7 dias para comunicar a companhia aérea à respeito do extravio, ele precisa apresentar por escrito o prejuízo;
  • A companhia aérea deve devolver a bagagem, caso contrário, pagar uma indenização ao passageiro;
  • No período em que a mala estiver extraviada e o passageiro não estiver em sua cidade de moradia, a companhia deve fornecer um recurso imediato para cobrir os gastos;

Essas regras de extravio só valem para malas que foram despachadas, pois a mala de mão fica sob responsabilidade do próprio passageiro durante o percurso.

É fundamental checar mais informações sobre bagagem para voos com a companhia aérea antes da viagem, pois cada uma delas possuem regras específicas que devem ser levadas em conta.

  • 275
  •  
  •  
  •  
  •  
    275
    Shares
  •  
    275
    Shares
  • 275
  •  
  •  
  •  

FIQUE POR DENTRO DAS

DICAS DA MARY LEMOS TURISMO

Mary Lemos Turismo
Mary Lemos Turismo
O time Mary Lemos conta com Maria Lucia Lemos, há 30 anos no Mercado de Turismo e Kathy Polizel há 13 anos. A Agência de Turismo tem como premissa conectar pessoas e lugares criando possibilidades, sempre buscando os melhores preços e transformando passeios ou viagens de negócios em uma ocasião prazerosa e sem imprevistos com nosso suporte e apoio em tempo integral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *