AMALFI, POSITANO E CAPRI JOIAS PRECIOSAS DA ITÁLIA

CUSCO E MACHU PICCHU MISTÉRIOS DO VALE SAGRADO
18 de maio de 2020

AMALFI, POSITANO E CAPRI JOIAS PRECIOSAS DA ITÁLIA

São tantas as regiões e cidades maravilhosas, que é sempre difícil escolher um destino preferido na Itália. Muita gente, inclusive gente famosa, adora a espetacular Costa Amalfitana, localizada na Província de Salerno, na região da Campânia, onde também fica a renomada ilha de Capri.

Sol, mar, praias, compras, agito: há muito o que curtir em Capri, a famosíssima ilha do Golfo de Nápoles

Luxuosa, glamourosa e com paisagens deslumbrantes proporcionadas pelos seus altos paredões de rocha, casinhas encarapitadas nos morros e o azul profundo do mar, a Costa Amalfitana tem duas cidades que devem ser visitadas, obrigatoriamente: Amalfi, dona da melhor infraestrutura turística da região, e Positano.

A pequena Amalfi tem uma história e tanto. Ao lado de Veneza, Pisa e Gênova, se destacou como uma das principais Repúblicas Marítimas que comercializavam com o Oriente durante a Idade Média. Prova disso são as Tábuas Amalfitanas, ali criadas e consideradas o primeiro Código de Direito Marítimo do mundo.

Um dos grandes charmes da cidade são suas ruelas históricas, com escadarias e labirintos que proporcionam ângulos incríveis para fotos e selfies. Há ainda praias bacanas para curtir o sol e o mar e um museu bem interessante: o Museo della Carta, na verdade uma antiga fábrica de papel onde é possível conhecer como era o processo de produção do papel durante a Idade Média, com instrumentos e máquinas daquele período.

Na Piazza del Duomo (acima), as escadarias que dão acesso à espetacular catedral. Abaixo, o Museo della Carta, e o Limoncello, tradicional licor de limão da região

O principal ponto turístico da cidade, claro, é o Duomo di Sant’Andrea, dedicado ao apóstolo Santo André, o primeiro discípulo de Jesus. É considerada uma das igrejas mais bonitas de toda a Itália – para alguns, inclusive, a mais bonita. Na charmosa Piazza del Duomo, ficam as escadarias que dão acesso à catedral, com sua fachada com desenhos em preto e a porta de bronze, considerada uma obra-prima da metalurgia medieval. Dentro, a cripta mantém guardadas as relíquias do santo (cabeça e ossos).

Entre Amalfi e Positano, fica a Grotta dello Smeraldo, atração turística das mais populares da região, cuja entrada pode ser acessada em pequenos barcos. Seu nome é uma referência ao tom verde-esmeralda das águas do mar, que preenchem parcialmente a caverna e tornam a visita memorável.

CIDADE VERTICAL

Construída sobre as rochas, Positano pode ser considerada uma cidade vertical. Suas ruas estreitas, fortes e torres conferem um charme especial à cidade. Com sua cúpula colorida, a Igreja dell´Assunta (Santa Maria Assunta), que possui uma imagem da Madonna Nera de inspiração bizantina, é o principal monumento de Positano.

A cúpula colorida da igreja dell`Assunta sempre se destaca nas imagens da cidade vertical de Positano

No capítulo atrações turísticas, vale curtir a badalada Praia Grande, a maior da Costa Amalfitana, e contratar um passeio de barco para ver de perto as três ilhotas que formam o arquipélago de Li Galli – Gallo Lungo, La Rotunda e La Castelluccia. Sabe a passagem da Odisseia em que Ulisses tapa os ouvidos dos marinheiros com cera e se amarra ao mastro do navio para resistir ao canto das sereias? O arquipélago, que do alto tem a forma de golfinho, teria inspirado Homero.

As ilhotas ficam próximas a Capri, a famosíssima ilha do Golfo de Nápoles. Há muito o que curtir em Capri. Pode ser um drinque ou café na Piazetta, a principal praça e ponto de referência da vida social da cidade. Ou fazer compras na Via Camerelle, famosa rua de lojas de luxo. Entre as praias, Marina Piccola é a mais badalada. A praia também tem uma ótima vista para os Faraglioni: os três picos de rochas saindo do mar a poucos metros da costa que sempre identificam Capri nas fotos.

Em Anacapri, parte da ilha que fica no alto, é possível subir de teleférico até o Monte Solaro para apreciar a estupenda beleza do Golfo de Nápoles. Outra pedida é visitar a Villa di San Michelle, casa museu do escritor sueco Axel Munthe (1857-1949) que reúne a coleção de itens arqueológicos recuperados quando ele decidiu construir sua casa no local de um antiga capela dedicada a San Michelle. Atração mais famosa de Capri, e de toda a região, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma cavidade natural iluminada por uma claridade resplandecente e inundada pela cor azul com reflexos prateados. Por ter apenas 1 metro de altura e 2 metros de largura, a entrada na gruta depende das boas condições marítimas e só pode ser ultrapassada em pequenos barcos a remo. Mas vale muita a pena tentar visitá-la, pois a impressão é a de – uau! – estar flutuando suspenso no céu. 

  • 42
  •  
  •  
  •  
  •  
    42
    Shares
  •  
    42
    Shares
  • 42
  •  
  •  
  •  

FIQUE POR DENTRO DAS

DICAS DA MARY LEMOS TURISMO

Mary Lemos Turismo
Mary Lemos Turismo
O time Mary Lemos conta com Maria Lucia Lemos, há 30 anos no Mercado de Turismo e Kathy Polizel há 13 anos. A Agência de Turismo tem como premissa conectar pessoas e lugares criando possibilidades, sempre buscando os melhores preços e transformando passeios ou viagens de negócios em uma ocasião prazerosa e sem imprevistos com nosso suporte e apoio em tempo integral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *